Greve geral do dia 19 deve afetar transporte e escolas

As paralisações serão contra a reforma da previdência, que tem votação prevista para a mesma semana

Sindicatos de diversas categorias, como motoristas de ônibus e professores, decidiram aderir à greve geral convocada pelas centrais sindicais para o dia 19. As paralisações são um protesto contra a reforma da Previdência, que o governo tenta votar em fevereiro, mas ainda não tem votos suficientes para aprová-la.

Outras entidades de representação, como a dos metroviários e a dos professoresde instituições particulares, ainda vão realizar  assembleias na próxima semana para avaliar a adesão ao movimento.

Motoristas de ônibus de São Paulo

O sindicato de motoristas da cidade aprovou paralisação da categoria em caso de votação da reforma da Previdência. O transporte na cidade é operado pela SPTrans. Os trabalhadores ainda vão se reunir para definir detalhes da paralisação, como a duração e se vão se mobilizar para manter os ônibus dentro da garagem.

Professores estaduais e municipais

Os professores das redes estaduais e municipais também vão aderir à greve geral. Os professores estaduais vão se reunir às 16h do dia 19 na Avenida Paulista para protestar contra a reforma da Previdência.

Desde novembro, os professores das escolas municipais aprovaram paralisação contra a reforma da Previdência do governo Michel Temer (MDB) e do projeto de lei do estado de São Paulo que institui novo valor máximo de aposentadoria para os futuros servidores da prefeitura. Os profissionais vão manifestar em frente à prefeitura, no Viaduto do Chá, a partir das 14h.

Servidores municipais de São Paulo

Os servidores aprovaram adesão à paralisação. Durante o dia 19, os trabalhadores vão protestar às 13h em frente ao próprio sindicato. Os servidores também vão protestar contra o prefeito João Doria (PSDB).

Metalúrgicos do ABC

Os metalúrgicos vão participar da greve geral do dia 19 de fevereiro, mas ainda não há atos confirmados.

Fonte – VEJA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *